6 mitos pra fazer você desistir de deixar seu gato sair sozinho

Escrito por: Tudo Sobre Gatos

Quando trabalhei com a MSPCA em Boston, todos os dias eu ouvia dos culpados donos de animais sobre as terríveis coisas que acontecia com seus gatos quando eles saiam – eles eram atingidos por carros, atacado por predadores, infectados com doenças ou simplesmente desapareciam.
 
Mas muitas pessoas ainda permitem que seus gatos saiam – muitas vezes com boas intenções. Aqui estão alguns dos motivos mais comuns que as pessoas permitem que seus gatos saiam, com segurança como alternativa para dentro de casa.
 
Mito 1: gatos de casa se entediam.
Fato: a verdade é que gatos de casa podem e se aborrecem, mas deixá-los sair não é uma boa solução.
 
Em vez disso, torne sua casa mais interessante: coloque poleiros onde ele pode observar aves nas segurança do interior, construa uma casa para brincadeira, esconda sua comida ou modifique seu potinho para que ele tenha que “caçar”. Por último, se o seu gato permitir, você pode considerar a adoção de um segundo gato como parceiro.
 
gato sair sozinhoMito 2: gatos de casa estão com sobrepeso.
Fato: se seu gato está com excesso de peso, a forma mais segura para ajudar seu emagrecimento é combinar porções controladas e um exercício diário e rotina de brincadeira.
 
Pare de alimentar seu gato, ou, pelo menos, fique atento apenas para alimentá-lo apenas em quantidades saudáveis por dia (sim, gatos comem em excesso. Você pode consultar o seu veterinário sobre quantas calorias o seu gato deve comer por dia).
 
Você tem um gato que não suporta ficar com o prato vazio? Mantenha-o distraído com as atividades mencionadas acima – o brinquedo alimentador seria perfeito para ele. Se você o alimenta com ração molhada, tente rechear um pequeno cão de brinquedo (como um Kong) com a comida para que seu gato tenha que trabalhar para conseguir a comida. Você também pode optar por usar um alimentador automático que funciona para alimentos secos ou molhados, portanto, você tem opções.
 
Gatos gostam de horário. Experimente alimentá-lo todos os dias no mesmo horário e ele se acostumará com a rotina rapidamente (apenas lembre-se de consultar seu veterinário antes de iniciar qualquer novo alimento ou rotina de perda de peso).
 
Mito 3: gatos de casa são destrutivos.
Fato: comportamento destrutivo é frequentemente um sinal de que algo mais está acontecendo. O seu gato está doente? Entediado? Uma conversa com seu veterinário ou um behaviorista pode resolver.
 
Resolver o problema pode ser mais simples do que você pensa. Durante anos, minha gata Mojo amou seu arranhador de sisal no chão, mas então ela começou a arranhar os meus sofás também. Eu ficava tentando redirecioná-la para o sisal de volta, mas nada funcionava. O que eu fiz? Comprei um segundo arranhador de sisal que coloquei na vertical e não na horizontal. Acabou que ela queria os dois e meus sofás estão salvos desde então.
 
Mito 4: meu gato sempre saiu, então, ele não consegue ficar só dentro de casa.
Fato: Muitos gatos mudam com êxito do exterior ou interior/exterior para somente o interior de casa. A chave, mais uma vez, está em certificar-se de que o ambiente interior é tão interessante quanto o exterior – e se manter vigilante sobre a prevenção de tentativas de escapar.
 
Mito 5: meu gato está seguro quando sai porque ele fica perto de casa.
Fato: um estudo com 10 gatos de casa e 7 gatos de fazenda publicado no jornal de ecologia europeu Ecography constatou que, em média, os gatos de casa andam em mais lugares do que os gatos de fazenda – à noite, os gatos de casa andam dentro de uma área média de cerca de 20 acres, em comparação com pouco mais de 6 acres dos gatos de fazenda.
 
Muita coisa pode acontecer, mesmo dentro a um pequeno raio da sua casa, por isso, se você realmente quer deixar o seu gato sair, considere treiná-lo com coleira ou criar um lugar fechado que ele possa ver o exterior. Leia nosso artigo Devo deixar meu gato sair?, e descubra como treinar seu gato a usar coleira e criar um lugar seguro para seu gato.

Mito 6: eu preciso deixar meu gato fora de casa porque sou alérgico a ele.
Fato: você pode muito bem ser alérgico ao seu gato, mas é possível que você realmente seja alérgico a algo que ele está trazendo: gatos de interior/exterior pegam pulgas, carrapatos, pólen e outros alérgenos do ambiente.

Se você for realmente alérgico ao seu gato (um teste de alergia irá dizer com certeza), existem algumas maneiras de reduzir os alérgenos da sua casa – mesmo quando o seu gato fica só em casa.

Você também vai gostar: